Cultura e Turismo

Secretaria de Cultura e Turismo realizará ações emergenciais e projeto de restauro para o Casarão Monsenhor Otaviano - “Casa do Padrinho Vigário”

Nova parceria será firmada com a Igreja
Publicado em: 3 de Maio de 2021

Prefeito Léo Camilo fez o anúncio durante encontro para a assinatura do decreto que revogou, a pedido da Mitra, o termo de compromisso em vigor. 

Em reunião realizada na quinta-feira (22/04), o Prefeito Léo Camilo assinou o Decreto Nº 031/2021 que revoga, a pedido da Mitra Diocesana de Luz, o termo de compromisso vigente sobre a utilização do Casarão Monsenhor Otaviano. A reunião aconteceu no Paço Municipal, com a presença do Secretário Municipal de Cultura e Turismo, Ismael Henrique Costa, do representante da Mitra, Padre Luiz Henrique – responsável pela Paróquia Santo Antônio, e da Vereadora Evelyn do Couto Rodrigues.

“Em 29 de outubro do ano passado, a Mitra registrou por ofício assinado pelo Bispo Dom José Aristeu Vieira, enviado ao Conselho de Cultura e à Prefeitura, o requerimento de revogação, considerando não haver condições de manutenção da integridade física e estrutural do imóvel. Em janeiro deste ano, ao assumirmos a gestão, iniciamos imediatamente as tratativas com o Padre Luiz Henrique para viabilizar um novo formato de parceria, que comtemple as potencialidades do imóvel, o cumprimento das responsabilidades de preservação e também as condições de colaboração da Igreja, visto as características religiosas inerentes à própria história do Casarão”, explicou o Secretário Ismael Costa, destacando que está realizando desde janeiro, vistorias periódicas ao local, acompanhado dos profissionais do setor de Patrimônio e Engenharia da Prefeitura, e do Padre Luiz Henrique.

“Esta revogação é resultado de um maduro diálogo entre o Conselho Paroquial Para Assuntos Econômicos da nossa paróquia, o Conselho Diocesano de Bens Patrimoniais da diocese de Luz e a Prefeitura de Santo Antônio do Monte, com o desejo de que o imóvel seja mantido, conservado e melhor utilizado. Estando, juridicamente sobre os cuidados da Mitra, o município ficaria impedido de aplicar recursos do Estado na reforma e manutenção, e caberia unicamente a Igreja assumir todos os seus gastos, o que neste momento, é algo sacrificante para nós enquanto Paróquia, pois não dispomos de recursos disponíveis. Sabemos que a Secretaria de Cultura e Turismo assessorada pelo Conselho Municipal de Cultura, irá desempenhar com maior propriedade este papel. Deixo esclarecido que a Paróquia não está deixando a casa, mas sim reformulando a forma de uso da mesma, e compartilhando com a Prefeitura, este papel. Futuramente, após as reformas, repassaremos informações quanto à sua utilização e visitação”, afirmou Padre Luiz, durante o encontro.

Ações imediatas de reparo e projeto de restauração

“Com a aprovação e apoio do Conselho Municipal de Cultura, vamos dar início neste primeiro semestre às ações emergenciais necessárias para recuperar partes danificadas do imóvel e evitar deterioração de sua estrutura, que receberá posteriormente restauração completa. Para isso, estamos providenciando também um projeto minucioso a ser elaborado por empresa especializada”, declarou o Prefeito Léo Camilo. “É importante que a população saiba que estamos muito atentos à necessidade de preservação do Casarão e do acervo hoje ali contido. Todas nossas ações são no sentido de preservar este patrimônio histórico de Santo Antônio do Monte e a memória do Padrinho Vigário, além de viabilizar o uso do imóvel de forma adequada a essas características e em benefício da população”, finalizou.