Um olhar atento sobre Santo Antônio do Monte

Praça Getúlio Vargas - 2011 - Fotografia: Márcia Bernardes Publicado em: 27 de Fevereiro de 2014. Última Atualização: 1 de Julho de 2016


Entre as montanhas de Minas Gerais, Santo Antônio do Monte escreve a sua história desde os meados do século XVIII. Ao longo do tempo, seu povo construiu casas, praças, escolas e histórias de vida. Nas suas histórias de vidas aprenderam casos, orações, receitas, modos de trabalhar e de lazer. E, hoje temos um jeito santantoniense de ser. Temos a nossa Cultura.


Quando andamos pelas ruas da cidade, quando observamos fotografias e documentos, quando conversamos e convivemos com as pessoas percebemos vários detalhes que despertam nossa memória e nos ajudam a contar nossa história.

São bens culturais que representam a história viva e aos quais denominamos Patrimônio Cultural.  A comunidade é a grande responsável pela preservação deste patrimônio.

A preservação do Patrimônio Cultural é prevista em lei: na Constituição Federal e Estadual e na Lei Orgânica Municipal. No artigo 151 desta lei prevê-se que “constituem  patrimônio cultural do Município os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em conjunto, que contenham referência à identidade, à ação e memória dos diferentes grupos formadores da sociedade montense (...)”.  E acrescenta no artigo 152 que “o município, com a colaboração da comunidade, promoverá e protegerá o patrimônio cultural por meio de inventários, registros, vigilância, tombamento e desapropriação, além da adoção de outras formas de acautelamento e preservação”.

Para implantar a política de proteção, em 1997, foi criada a Lei 1.453 alterada pela Lei 1.857 de 18/09/2006. Mas, além da regulamentação legal, é de grande importância que a população em geral se responsabilize pelo patrimônio cultural de nossa comunidade para que ele seja preservado como nossa herança para as gerações futuras. E somente se preserva o que se conhece.

Com as informações publicadas neste portal, pretendemos despertar na população a vontade e o desejo de conhecer, reconhecer, recuperar e preservar o nosso Patrimônio Cultural.  Afinal, “para ser universal, aprenda primeiro a pintar a sua aldeia.” Todas as informações são extraídas dos trabalhos de Inventário Cultural e dos processos de tombamento realizados até 2011 pelo setor de Promoção e Proteção do Patrimônio Cultural da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, em conformidade com as Diretrizes Metodológicas disponibilizadas pelo IEPHA-MG.

Denuncie os crimes contra Patrimônio Cultural no Ministério Público

Para denúncias sobre descaracterização e crimes contra o Patrimônio Cultural de Santo Antônio do Monte, entre em contato com a ouvidoria do Ministério Público do Estado de Minas Gerais. Cada manifestação recebida pela Ouvidoria é analisada e encaminhada ao setor competente. A Ouvidoria acompanha ainda as providências adotadas e as informa ao cidadão.

Ligue 127 ou no endereço: Rua Coronel Amâncio Bernardes, nº 321, Centro, Santo Antônio do Monte. Contato: (37) 3281-2096.




TAG's: olhar, atento, sobre, Santo, Antônio, Monte

Inicial | Voltar
Link permanente: