Políticas Antidrogas em debate

Social
Publicado em: 29 de Julho de 2009. Última Atualização: 30 de Junho de 2015


Santo Antônio do Monte, no centro-oeste do estado, realizou na tarde de hoje (29), sua II Conferência Municipal de Políticas Públicas Antidrogas, com o tema "Violência, Drogas e Cidadania". O encontro, promovido pela Prefeitura Municipal e pelo Conselho Municipal Antidrogas (Comad) em parceria com a Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude, por intermédio da Subsecretaria de Políticas Antidrogas, contou a presença de gestores públicos, profissionais do setor de saúde e assistência social, polícia civil e militar, representantes da sociedade civil, entidades sociais e terapêuticas e do poder judiciário.Formatada em grupos de trabalho, dinâmicas, apresentações, plenárias e debates, o encontro contou a presença de aproximadamente 200 pessoas.

Representando a Subsecretaria Estadual de Políticas Antidrogas, o superintendente de Articulação, José de Oliveira, abriu o encontro com uma palestra contextualizada sobre as diretrizes antidrogas em debate. “As conferências municipais são encontros importantes onde elevamos o nosso poder de atuação e o potencial humano que há em todos nós. Por isso, é importante que as políticas antidrogas sejam feitas com análise, formulações e proposições contextualizadas dentro do cenário local, seguindo as orientações e diretrizes estabelecidas na legislação Federal e Estadual, acrescido das Convenções pertinentes ao tema. Nesse quesito, parabenizo Santo Antônio do Monte, por já possuir uma política municipal antidrogas atuante. O que nos cabe nesse processo agora é aumentar as ações e solidificar os trabalhos. A conferência nos dá meios de realizar isto”, exemplifica José.

Em mensagem dirigida aos presentes, o prefeito de Santo Antonio do Monte, Leonardo Lacerda Camilo, que não pode participar do encontro, fez uma avaliação do papel da conferência. “Investir em políticas públicas antidrogas tornou-se nos últimos anos uma medida mais do que cautelar e, sim, social, devido à grande incidência de jovens, crianças e adultos, envolvidos nesse universo. Diante desse cenário, torna-se importante reunir, agrupar e desenvolver estratégias comunitárias, sociais e humanas para que toda a sociedade participe do resgate e melhoria da condição de vida de todos”, avaliou.

Após a realização da palestra, da apresentação de grupos temáticos e do fechamento de discussões, os delegados presentes no encontro definiram, em plenária, 05 propostas prioritárias e elegeram 04 representantes da sociedade civil e do Conselho Municipal Antidrogas (Comad) que irão participar da IV Conferência Estadual de Políticas Antidrogas, em Belo Horizonte. (Ver arquivo em anexo)

As Conferências Municipais, que estão acontecendo em vários municípios mineiros, precedem a IV Conferência Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas. As próximas conferências acontecerão em Campo Belo e Brumadinho (03/08), Carmo do Rio Claro (04/08), Alto Caparaó (05, 06 e 07/08), Ipatinga (06/08), Itamarandiba e Manhumirim (08/08), Sete Lagoas e Araguari (10/08), Ouro Fino e São Gonçalo do Pará (11/08), Almenara (12/08), Congonhas, Jaboticatubas e Entre Rios (13/08), Montes Claros (13 e 14/08) e Itaú de Minas, João Monlevade e Ribeirão das Neves, que realizam sua conferência no dia 14/08.

 

Mais Informações
 

Secretaria Municipal de Assistência Social
Avenida Cel. Amâncio Bernardes nº. 181 – Centro
(37) 3281 – 7566 e 3281 - 7567
social@samonte.mg.gov.br
comad@samonte.mg.gov.br

(Atualizado às 17h30 - 30/07)

Propostas e Delegados




TAG's: Políticas, Antidrogas, debate

Inicial | Voltar
Link permanente: