História

Santo Antônio do Monte, Minas Gerais - Registro de 2014

Referências Históricas

Data de Fundação: 20 de janeiro de 1758

Data de Aniversário: 16 de novembro - Lei nº. 2.158 de 1875

Padroeiro: Santo Antônio, comemoração em 13 de Junho

Santo Antônio do Monte é um município de origem portuguesa, em particular de açorianos, que chegaram a estas terras através de Pitangui. Começou a ser povoado em meados de 1700. A história de Santo Antônio do Monte começou a ser escrita a partir de 20 de janeiro de 1758, quando Lopo Barroso Pereira recebeu uma sesmaria no Ribeirão Itaubira, junto à Capela do Alto Santo Antônio do Monte, Fazenda Cachoeira, terras por ele ocupadas bem antes da data. Somente em 08 de junho de 1782, pelos herdeiros do Guarda-Mor Francisco Tavares Oliveira, dono da Sesmaria “Alta Serra”, foi lavrada um escritura onde se legalizava a doação de terras do patrimônio do local, feita, tempos atrás, pelo antigo proprietário. As terras passaram a pertencer à Sesmaria da Capela do Alto Santo Antônio do Monte. Estes são os mais antigos registros sobre o local. A capela teve concessão de pia batismal em 16 de maio de 1802. 

Em 1847, o povoado se tornou distrito e em 24 de maio de 1854, pela lei nº. 693, o Curato foi elevado a Paróquia e recebeu seu primeiro vigário, o Padre Francisco Alexandrino dos Santos. Em 3 de junho de 1859, o Distrito foi elevado à categoria de Vila, pela lei nº.981, mas só foi instalada em 29 de julho de 1862, após cumprir as determinações legais, quando alcançou sua emancipação político-administrativa. Em 1865, devido a disputas provinciais entre liberais, no poder e, conservadores, na oposição, a Assembléia Geral aprovou a supressão da Vila de Santo Antônio do Monte, que foi posteriormente restaurada em 1871, graças aos esforços dos deputados provincianos Revmo. Vigário Francisco Alexandrino da Silva e Dr. Antônio da Silva Canedo. Em 16 de novembro de 1875, após intensos esforços de toda a comunidade, a Vila de Santo Antônio do Monte foi elevada à categoria de cidade, por meio da lei 2.158. Santo Antônio do Monte está inserida na região Centro-Oeste do estado de Minas Gerais e possui aproximadamente 30 mil habitantes. 

Tem como principal atividade econômica a produção de Fogos de Artifício (Ramo Pirotécnico) que garante emprego e renda a um expressivo contingente de trabalhadores, além de outros ramos dinâmicos nos setores da indústria e de serviços. Paralelo a essa produção industrial, há um importante setor agropecuário que contribui de forma eficaz para o desenvolvimento municipal. Atualmente, o município desenvolve-se buscando equilibrar as necessidades do presente e a valorização do seu patrimônio cultural, referência importante sobre as histórias que antecederam ou acompanharam a formação da cidade. 




TAG's: História

Inicial | Voltar
Link permanente: