Cadastramento do Bolsa Família

Bolsa Família
Publicado em: 14 de Julho de 2009. Última Atualização: 30 de Junho de 2015


Famílias mudam de endereço, filhos trocam de escola, crianças nascem, pessoas falecem, profissionais entram e saem do mercado de trabalho. Essas mudanças na vida da população, especialmente, às de baixa renda, precisam ser retratadas fielmente no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. É esse cadastro que fornece os dados básicos utilizados em diversos programas sociais em todo o país, entre eles, o Bolsa Família. Em Santo Antônio do Monte, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social, realiza a coleta e a revisão dos dados anualmente, sempre alertando os beneficiários dos programas sociais, a fazerem as atualizações necessárias tão logo surja alguma mudança.

De acordo com Maria Alice de Morais Santos, da Secretaria Municipal de Assistência Social, no ano de 2009, a atualização cadastral esta sendo realizada com visitas domiciliares. Uma equipe com 05 integrantes está visitando todas as famílias já participantes do Programa Bolsa Família e as que entraram com pedido do benefício. Os entrevistadores receberam treinamento e preenchem um questionário in loco verificando as atuais condições de vida dos beneficiários. “Até o momento, já foram feitas 1.500 visitas domiciliares e 1.200 famílias já procuraram a Secretaria Municipal de Assistência Social para realizar a atualização cadastral. Para a atualização é exigido comprovante de endereço e carteira de trabalho de todos os maiores de 18 anos (mesmo que não esteja assinada). Os principais dados são: mudança de endereço, renda familiar, escola de todos os moradores de 06 a 18 anos. Nesse sentido de presta informação, é importante esclarecer às famílias beneficiárias e a toda população que o Programa Bolsa Família não é apenas transferência direta de recurso financeiro, mas antes de tudo, uma garantia aos direitos fundamentais de todo cidadão como: acesso a escola e acesso à saúde”, alerta Maria Alice.

Para uma família se tornar beneficiária do Bolsa família, ela precisa se enquadrar em condicionantes sociais e cumprir determinadas exigências. Entre elas, o ingresso e a freqüência escolar mínima de 85% de todos os seus membros com idade entre 06 e 18 anos e o comparecimento até a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência, duas vezes por ano para acompanhamento de situação gestacional e vacinação das crianças até sete anos de idade.

Pelo cronograma da Secretaria Municipal de Assistência Social, a atualização cadastral, com visita domiciliar, em Santo Antonio do Monte está prevista para terminar em agosto e pretende atingir o total de 2000 famílias. “Essa iniciativa reforça a qualidade das informações e pretende atingir as famílias que apresentam maior risco social”, finaliza Maria Alice.

 

Mais Informações

Secretaria Municipal de Assistência Social
Avenida Cel. Amâncio Bernardes nº. 181 – Centro
(37) 3281 – 7566 e 3281 - 7567
social@samonte.mg.gov.br




TAG's: Cadastramento, Bolsa, Família

Inicial | Voltar
Link permanente: